<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5636482\x26blogName\x3dAs+Coisas+Tal+Como+S%C3%A3o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://ipsisverbis.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://ipsisverbis.blogspot.com/\x26vt\x3d-1470493087469466946', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

domingo, dezembro 25, 2005

A Imagem do Guerreiro

"Há que tornar a ungir os cavalos guerreiros e levar a luta até ao fim, porque quem nunca descansa, quem com o coração e o sangue pensa em conseguir o impossivel, esse triunfa!"

I Ching

sexta-feira, dezembro 23, 2005

Música do momento!

I can’t stop
The way I feel
Things you do
Don’t seem real
Tell you what I got in mind
’cause we’re runnin’ out of time
Won’t you ever set me free?
This waitin’ ’rounds killin’ me

She drives me crazy
Like no one else
She drives me crazy
And I can’t help myself

I can’t get
Any rest
People say
I’m obsessed
Everything that’s serious lasts
But to me there’s no surprise
What I have, I knew was true
Things go wrong, they always do

She drives me crazy
Like no one else
She drives me crazy
And I can’t help myself

I won’t make it,
On my own
No on likes,
To be alone

She drives me crazy
Like no one else
She drives me crazy
And I can’t help myself

She drives me crazy
Like no one else
She drives me crazy
And I can’t help myself


Fine Young Cannibals - She Drives Me Crazy

terça-feira, dezembro 20, 2005

A Imagem de Sempre!

Ela está de volta!!!

Uma das maiores tenistas de todos os tempos: Martina Hingis! Depois de 3 anos de fora dos courts, aquela que aos 17 anos já era número 1 do mundo, está de volta aos grandes palcos! Vamos poder assistir ao regresso da tenista suiça já no Torneio Internacional de Sidney e no Grand Slam de Melbourne, em Janeiro. Parece que, ao fim de 3 anos, conseguiu recuperar das lesões no pé e no tornozelo que tanto a perseguiam! É o regresso da Rainha Suiça, e da minha 2ª tenista preferida, depois de Steffi Graf! Bem-vinda e boa sorte!

sábado, dezembro 10, 2005

quinta-feira, dezembro 08, 2005

John Lennon

9 de Outubro de 1940 a 8 de Dezembro de 1980.

Completam-se os 25 anos do falecimento de John Lennon. Um símbolo da paz e um dos melhores poetas e músicos do século XX, foi assassinado por um fã. Sempre disse que não tinha medo de morrer, porque morrer não era mais que "sair de um carro e entrar noutro". Não temia a morte, mas também não buscou a sua antecipação. Viveu a sua vida com uma paixão e devoção impressionantes pela sua mais que tudo Yoko Ono. Deixou-nos com um reportório brilhante de músicas e mais que isso, com mensagem e poesia! Apesar de ser um dos fãs das suas músicas, conheço bem as mesmas, mas vou deixar aqui a mais que conhecida de todas, que acaba por ser uma mensagem que há 30 anos servia para deixarmos a nós e ao mundo, e ainda hoje nos serve! É uma das músicas mais eternas que se conhecem.

Imagine
Imagine there's no heaven,
It's easy if you try,
No hell below us,
Above us only sky,
Imagine all the people
living for today...
Imagine there's no countries,
It isn't hard to do,
Nothing to kill or die for,
And no religion too,
Imagine all the people
living life in peace...
Imagine no possesions,
I wonder if you can,
No need for greed or hunger,
A brotherhood of man,
Imagine all the people
Sharing all the world...
You may say I'm a dreamer,
but Im not the only one,
I hope some day you'll join us,
And the world will live as one.

domingo, dezembro 04, 2005

A Paixão terá os dias contados?

O coração acelera, bate tão forte que parece querer sair do peito. Cresce a sensação de euforia, assim como as borboletas no estômago.

É assim quando a seta do cupido acerta o alvo e nasce a paixão. Mas desengane-se quem pensa que dura para sempre. De acordo com uma equipa de cientistas italianos, a sensação resulta da presença de uma molécula – a NGF – e tem prazo de validade: dura menos de um ano. Os investigadores italianos encontraram níveis mais altos da molécula no sangue de 58 pessoas que se tinham apaixonado recentemente, do que entre os que mantinham um relacionamento duradouro. Mas um ano depois, nova medição entre os mesmo 58 voluntários revelou níveis da ‘molécula do amor’ semelhantes aos do segundo grupo.


in Correio da Manhã